Conselho de Segurança

Guiné-Bissau: Conselho de Segurança apela a eleição presidencial “credível, livre, justa e pacífica”

Estados-membros dizem que votação deve acontecer a 24 de novembro, como ficou acordado; nota também destaca apoio dado pela Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental e da União Europeia.

Enviado especial para a Síria pede que país esteja no topo da agenda do G20

Conselho de Segurança debateu situação no país; representante disse que conflito deve estar no topo da agenda da reunião do G20, que acontece no Japão; em Genebra, decorreu encontro sobre situação humanitária. 

Conselho de Segurança pede “contenção máxima” na região do Golfo
BR

Encontro a portas fechadas discutiu incidentes envolvendo Estados Unidos e Irã; secretário-geral da ONU pediu “nervos de aço” aos envolvidos; Estados-membros do Conselho dizem que ataques a navios petroleiros ameaçam paz e segurança.

Meio milhão de pessoas morreriam se a guerra se estendesse até 2022 no Iêmen
BR

Estudo mencionado no Conselho de Segurança alerta sobre implicações do conflito  para segurança e estabilidade regionais; 60% dessas pessoas não resistiria a fatores como fome, falta de assistência médica e causas relacionadas.

Guterres alerta que “a paz enfrenta enormes obstáculos”

Secretário-geral informa Conselho de Segurança sobre prevenção e mediação de conflitos; há “sinais encorajadores” para o Iémen, República Centro-Africana e Burkina Faso; chefe da ONU pede maior unidade aos Estados-membros.

Conselho de Segurança tem cinco novos membros não-permanentes
BR

Níger, Tunísia, Vietnã, São Vicente e Granadinas e Estônia devem ocupar assentos do órgão no biénio 2020-2021; início do mandato será a 1º de janeiro; Grupo da Europa Ocidental e Outros não disputou nenhuma vaga na eleição de 2019.

Série de Diálogos sobre África debate soluções para refugiados, retornados e deslocados
BR

Até quinta-feira, evento cria interação entre governos, altos funcionários da organização, especialistas e acadêmicos em Nova Iorque; secretário-geral da ONU pede apoio internacional mais forte e continuação da liderança africana nestes temas.

Conselho de Segurança debate “escalada mortal” da violência na Síria 

Confrontos aumentaram nas últimas três semanas; pelo menos 160 pessoas foram mortas e 180 mil forçadas a abandonar suas casas; apenas na cidade de Idlib, 3 milhões de pessoas estão em risco.

Situação continua “extremamente preocupante” no Sahel 

Em sessão do Conselho de Segurança, secretária-geral assistente da ONU para África disse que  população civil paga o preço mais alto da insegurança; Bintou Keita cita ameaça do terrorismo, crise humanitária e tráfico de pessoas, armas e drogas.  

Síria: representante brasileiro fala em "ondas de esperança”

Em declarações à ONU News, em Nova Iorque, o brasileiro Paulo Sérgio Pinheiro, presidente da Comissão de Inquérito Internacional sobre a Síria disse haver “ondas de esperança” em prol do fim do conflito, que devem ser apoiadas por ações dos países-membros das Nações Unidas. Esta quinta-feira, a Comissão apresentou um informe ao Conselho de Segurança sobre o nono ano de atuação do grupo.