Malala celebra 16 anos na ONU e faz um apelo à educação igualitária BR

Malala celebra 16 anos na ONU e faz um apelo à educação igualitária

Jovem paquistanesa diz que “um livro, uma caneta e um professor são as armas mais poderosas”; ela afirma que após o ataque do Talebã, morreu nela o medo e nasceu a coragem.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Usando um xale cor-de-rosa, que já foi da ex-premiê paquistanesa Benazir Buttho, assassinada em 2007, Malala Yousafzai fez seu primeiro discurso público nesta sexta-feira, dia em que completa 16 anos.

Na sede da ONU, a jovem estudante afirmou que o Dia de Malala não é o seu dia, mas é o dia de toda mulher, menino e menina que levantaram suas vozes pelos seus direitos.”

Ataque

Jovens de 80 países, reunidos no Conselho de Tutela, acompanharam o discurso da paquistanesa, atacada pelo grupo Talebã no ano passado.

Malala levou um tiro na cabeça enquanto retornava da escola e correu o risco de perder a vida. Ao relembrar o ataque, a jovem falou que o Talebã falhou ao achar que ela seria silenciada.

Segundo Malala, a única coisa que mudou em sua vida após o atentado foi que “a fraqueza, o medo e a falta de esperança morreram”, enquanto nasceram “a força, o poder e a coragem”.

Educação para Todos

A estudante garantiu ser a mesma, porque seus sonhos e ambições continuam iguais. Malala destacou que estava discursando a favor da garantia da educação para todas as crianças.

Malala disse querer “educação para os filhos e filhas do Talebã e de todos os terroristas e extremistas”. E afirmou que nem consegue odiar o talebã que atirou contra ela, porque sua alma a ensina a estar em paz e amar a todos.

Livros e Professores 

Para a adolescente, os extremistas temem os livros, temem o poder da educação e temem o poder da voz das mulheres.

Malala Yousafzai fez um apelo aos líderes mundiais, para que mudem suas estratégias e protejam os direitos das mulheres e das crianças.

A paquistanesa destacou que “livros, canetas e professores são as armas mais poderosas que existem”.

Ao terminar seu discurso, Malala foi ovacionada e homenageada pelo seu aniversário.

Confira o vídeo do discurso de Malala (em inglês).