Reunião na ONU volta a debater situação das Ilhas Malvinas ou Falkands BR

Reunião na ONU volta a debater situação das Ilhas Malvinas ou Falkands

Em encontro com chanceleres da Argentina, de Cuba, do Peru e do Uruguai, Secretário-Geral afirmou que está pronto para cooperar com uma resolução da disputa caso os dois lados queiram participar.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O tema da disputa entre Argentina e Grã-Bretanha sobre as Ilhas Malvinas ou Falklands voltou a ser debatido na sede das Nações Unidas, nesta terça-feira.

Em uma reunião com os ministros das Relações Exteriores da Argentina, de Cuba, do Peru e do Uruguai, o Secretário-Geral da ONU reiterou que está disposto a cooperar com a busca de uma resolução caso os dois lados: argentino e britânico queiram participar da discussão.

Territórios

Em declarações a jornalistas na sede da ONU, nesta terça-feira, o chanceler argentino, Héctor Timerman, disse que o referendo realizado, há duas semanas, nas ilhas e que resultou na opção pela Grã-Bretanha não foi “legal porque não contou com o reconhecimento das Nações Unidas.”

As Ilhas Malvinas ou Falklands, localizadas no sul do Oceano Atlântico, são um dos 16 territórios não-auto-governados como por exemplo Gibraltar, Saara Ocidental, as Ilhas Virgens Britânicas e Bermuda, entre outros.