Necessários fundos para estratégia para conter grupo de Joseph Kony

Necessários fundos para estratégia para conter grupo de Joseph Kony

Fórum de Mobilização de Recursos deve ocorrer no início do próximo ano;  ONU regista incursões do Exército de Resistência do Senhor em áreas do leste da RD Congo.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As Nações Unidas e a União Africana vão pedir fundos adicionais para uma estratégia contra os rebeldes do Exército de Resistência do Senhor, LRA,  em 2013.

A informação foi dada, em Nova Iorque, pelo representante especial do Secretário-Geral da ONU  para a África Central, Unoca, Abou Moussa.

África Central

Falando ao Conselho de Segurança, o também chefe do Escritório Regional das Nações Unidas abordou a urgência de reduzir o impacto do grupo armado emcomunidades na África Central.

Formado no Uganda, em 1980, o LRA atua sob liderança de Joseph Kony. A ONU refere que nos países vizinhos, as atividades intensificaram em 2002, com ações na República Democrática do Congo, RD Congo, Centro-Africana e o Sudão do Sul.

Massacres

As ações atribuídas ao grupo incluem massacres em aldeias, mutilação de vítimas e rapto de menores para uso como soldados ou escravidão sexual. No ano passado, houve registo de incursões em áreas como o Leste da RD Congo.

O Departamento de Operações de Paz das Nações Unidas, Dpko, estima que o grupo seja composto por pelo menos 500 integrantes, mas realça a sua grande capacidade de ataque às comunidades locais.

Abou Moussa disse que está a ser concluído o programa para mobilizar recursos para implementação do plano, a ser seguido por um Fórum de Mobilização de Recursos no início do próximo ano.