Derretimento do gelo no mar Ártico atinge novo recorde, diz OMM BR

Derretimento do gelo no mar Ártico atinge novo recorde, diz OMM

Segundo agência da ONU, quase 12 milhões de km² derreteram entre março e setembro; seca do Nordeste brasileiro é destacada como um dos eventos extremos do ano.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 A Organização Meteorológica Mundial, OMM, prevê que o ano de 2012 termine como um dos mais quentes, apesar da influência de resfriamento causado pelo La Niña no começo do ano.

O período entre janeiro e outubro já é considerado o nono mais quente desde 1850, quando as temperaturas começaram a ser registradas. A temperatura da superfície terrestre e dos oceanos foi 0,45° C acima da média global de 14,2° C. Segundo as Nações Unidas, o planeta vai enfrentar sérias consequências se o clima subir mais de 2° C além dessa média.

Alerta

A OMM fez ainda um alerta sobre o derretimento do gelo do mar Ártico, que atingiu um novo recorde, como explicou à Rádio ONU, de Brasília, o primeiro vice-presidente da agência, Antônio Divino Moura.

“Nós estamos vendo este ano um recorde de baixa no gelo Ártico, que ficou praticamente 18% do que o mais baixo valor observado anteriormente, que foi em 2007. Ou seja, quase 12 milhões de km² do gelo Ártico derreteu entre março e setembro deste ano. Isso é uma preocupação grande, mostra um sinal de aquecimento, um sinal de alerta, que deve preocupar bastante.”

Nordeste

 A OMM destaca também que vários eventos extremos foram observados em todo o mundo, nos primeiros 10 meses do ano. Ondas de calor atingiram a Europa e os Estados Unidos; o norte do Brasil enfrenta a pior seca dos últimos 50 anos e enchentes afetaram a África Ocidental e a região do Sahel.

Já a neve e o frio extremo atingiram partes da Europa e leste da Rússia, onde as temperaturas chegaram a -50° C. A atividade de ciclones tropicais causou 81 tempestades, sendo que algumas atingiram o status de furacão. A OMM menciona o Sandy como o furacão mais notado, que afetou os Estados Unidos e o Caribe no final de outubro.