Incêndios florestais na Europa afetam reservas e patrimônios mundiais BR

Incêndios florestais na Europa afetam reservas e patrimônios mundiais

Alerta foi feito pela Unesco que citou o Parque Nacional Doñana, na Espanha, e o de Garajonay, nas Ilhas Canárias; agência também está preocupada com a Floresta Laurissilva da Madeira, em Portugal.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, informou que está monitorando o impacto de incêndios florestais no sul da Europa.

Segundo a agência da ONU, os incêndios estão afetando reservas da biosfera e Patrimônios Mundiais da Humanidade, como o Parque Nacional de Doñana, na Espanha, e o de Garajonay, nas Ilhas Canárias, além da reserva de biosfera La Gomera.

Autoridades

A agência demonstrou preocupação com a Floresta Laurissilva, na Ilha de Madeira, em Portugal, que estaria sob risco, assim como o Monte Athos, na Grécia.

Em comunicado, a Unesco contou que está em contato constante com autoridades das áreas afetadas.

A agência lembrou ainda que os incêndios estão atingindo a vida de muitas pessoas na região. Vários moradores do sul da Europa tiveram que abandonar suas casas por causa do fogo.

Nas Ilhas Canárias, o Parque Nacional de Garajonay foi atingido pelas chamas. O local é um exemplo raro de floresta subtropical úmida que cobria a maior parte da Europa antes da chegada de seres humanos ao continente.