Refugiados de 20 países recebem kits olímpicos do Acnur BR

Refugiados de 20 países recebem kits olímpicos do Acnur

Mais de 150 mil jovens ganharão bolas, coletes e camisas para organizar partidas de futebol; projeto é uma parceria com o Comitê Olímpico Internacional.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Jovens de 20 países da África, Ásia e América do Sul começam a receber kits olímpicos do Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur. O projeto é uma parceria com o Comitê Olímpico Internacional, COI, e com a empresa Samsung.

A ideia, segundo o Acnur, é levar, nos próximos dois anos, o esporte para 150 mil jovens que vivem em campos de refugiados. A iniciativa foi lançada recentemente na Índia e na África do Sul.

Campos de Futebol

Cada kit contém equipamentos para 300 jogadores, com bolas, coletes, bonés, camisas e giz para desenhar um campo de futebol.

Com o material, os refugiados poderão organizar partidas e “experimentar a alegria do esporte”, segundo o presidente do COI, Jacques Rogge.

O Acnur ressalta ser tradição da agência “promover a inclusão de crianças refugiadas em práticas esportivas” e lembra que o esporte pode “diminuir a tensão e o medo entre pessoas que vivem em campos de refugiados.”

A distribuição dos kits começou a ser feita às vésperas das Olimpíadas 2012, que começam no próximo dia 27, em Londres.

O chefe do Acnur, António Guterres, vai participar da abertura dos Jogos Olímpicos, na capital britânica.