Cólera em Moçambique já fez 45 mortos

Cólera em Moçambique já fez 45 mortos

As autoridades sanitárias já avisaram que mais pessoas poderão morrer nos próximos dias devido ao número crescente de casos.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Um surto de cólera na província moçambicana de Manica, perto da fronteira com o Zimbabué, já matou cerca de 45 pessoas, confirmou a Organização Mundial da Saúde, OMS.

Segundo Lucia Linares da OMS em Maputo, o epicentro do surto é a localidade de Gure, em Manica.

“Na localidade registaram-se 45 óbitos. O surto já foi confirmado como cólera. Você sabe que Moçambique é um país endémico de cólera. Todos os anos existem casos esporádicos de cólera. As chuvas acabam sempre por contaminar os cursos de água. A situação de água potável é muito difícil em Moçambique.”

Inundações

As autoridades sanitárias em Manica já avisaram que se poderão registar mais óbitos nos próximos dias devido ao número crescente de pessoas que procuram assistência médica no hospital.

A maior parte das vítimas são crianças com menos de 14 anos de idade .

Manica é uma das quatro províncias no vale da Zambézia, que foi afectado por graves inundações há alguns meses.