Combate a desertificação é prioridade, diz ONU BR

Combate a desertificação é prioridade, diz ONU

Convenção das Nações Unidas para Combate à Desertificação alerta que, até 2050, metade das áreas agrícolas cultiváveis no mundo poderão se tornar improdutivas devido a desertificação.

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

A Convenção das Nações Unidas para Combate à Desertificação, Unccd, apresentou, nesta quarta-feira, um relatório sobre o Desenvolvimento Mundial em 2008, em Bonn, na Alemanha.

Segundo especialistas da agência, até 2050, metade das áreas agrícolas cultiváveis no mundo poderão se tornar improdutivas devido a desertificação.

Leia o boletim de Samantha Barthelemy

“O secretário-executivo do Unccd, Luc Gnacadja, alertou que o fornecimento de alimentos às populações é uma estratégia paliativa e que o problema da desertificação exige soluções de longo prazo.

O encontro em Bonn serviu para definir diretrizes nas áreas de auxílio às populações enfrentando as conseqüências da desertificação, do aumento da produtividade em ecossistemas afetados pela degradação do solo e da implementação de projetos em parceria com instituições nacionais e internacionais.

O documento do Unccd alertou que a desertificação reduz a produção de alimentos e aumenta a emissão de gás carbônico, agravando o problema do aquecimento global”.

Um relatório do Banco Mundial em 2007, indicou que 74% dos pobres no mundo dependem da agricultura. E que as secas e a alta no preço dos alimentos tem colocado em risco milhões de pessoas, principalmente na África.