Assembleia Geral da ONU elege novo presidente

Assembleia Geral da ONU elege novo presidente

Ex-ministro das Relações Exteriores da Nicarágua, Miguel D’Escotto Brockmann (foto), substituirá o embaixador macedônio, Srgjan Kerim.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

A Assembleia Geral da ONU elegeu, esta quarta-feira em Nova York, o reverendo Miguel D’Escotto Brockmann como novo presidente da casa.

Ele substituirá o embaixador macedônio, Srgjan Kerim, que anunciou o resultado da eleição.

Miguel D’Escotto Brockmann foi ministro das Relações Exteriores da Nicarágua no final dos anos 80.

Mandato

Ex-clérigo católico, Brockmann voltou às Nações Unidas como enviado especial do presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, para discursar numa sessão, em 2007, sobre uma cultura de paz e tolerância entre povos e religiões.

Nicaraguense, nascido nos Estados Unidos, D’Escotto Brockmann tem 75 anos, e deve assumir o posto em setembro para a 63ª. sessão da Assembleia Geral. O mandato dura um ano.

No discurso após a eleição, Brockmann pediu a união dos povos para enfrentar, com mais força, os actuais desafios do mundo.

Apresentação*: João Duarte, da Rádio ONU em Nova York.