Mundo não pode falhar na luta contra fome, diz Ban

Mundo não pode falhar na luta contra fome, diz Ban

Declaração foi feita durante Conferência sobre Crise Alimentar Mundial, em Roma.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que o mundo não pode falhar na luta contra a crise alimentar mundial.

Ban participa na Conferência Internacional da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, sobre o tema, em Roma, na Itália.

Vários líderes internacionais participam do evento. Na terça-feira, o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, ofereceu um jantar para debater soluções.

Leia o boletim de Marcelo Torres, da Rádio ONU em Roma.

“O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que estava muito estimulado com as promessas que já recebeu de líderes de vários países.

De concreto, as Nações Unidas já anunciaram que vão aumentar em US$ 1,2 mil milhões a ajuda alimentícia para 75 milhões de pessoas nos 60 países mais atingidos pela recente crise mundial de alimentos.

A directora-executiva do Programa Alimentar Mundial, Josette Sheeran, disse numa entrevista colectiva que, a menos que haja uma acção rápida da comunidade internacional, o número de pessoas em extrema pobreza no mundo deve dobrar.

Proteccionismo

Conforme já foi antecipado pela FAO, o caminho apontado pelos principais líderes mundiais que foram a Roma é de criticar menos o uso de terras para produzir biocombustíveis e mais o proteccionismo dos países ricos na área agrícola.”

A Conferência Internacional da FAO sobre Segurança Alimentar termina nesta quinta-feira com uma declaração baseada num plano de acção.