Corpo de bóina-azul da ONU é enviado ao Brasil BR

Corpo de bóina-azul da ONU é enviado ao Brasil

Traslado do fuzileiro naval, Carlos Freires Barbosa, ocorre nesta quarta-feira. Segundo Minustah, ele morreu de aneurisma.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

O Batalhão Brasileiro da Missão das Nações Unidas no Haiti, Minutah, informou que o corpo do sargento da Marinha, Carlos Freires Barbosa, será embarcado para o Rio de Janeiro nesta quarta-feira.

O traslado será feito num avião da empresa aérea American Airlines via Miami antes de chegar ao Rio de Janeiro.

Família

O militar, de 36 anos, morreu de uma hemorragia cerebral em 1º de maio.

O comandante do Batalhão do Brasil no Haiti, coronel Paul Cruz, disse à Rádio ONU, que antes do traslado, os bóinas-azuis da ONU terão oportunidade de prestar suas últimas homenagens.

“Isso será realizado imediatamente antes do traslado do corpo. Aí serão prestadas as honras militares, as últimas homenagens da Minustah e do Batalhão Brasileiro para que o traslado possa seguir”, disse.

A família do sargento deverá receber o corpo de Freires Barbosa no Aeroporto Internacional.

O fuzileiro naval morava no Rio de Janeiro era casado e tinha um filho.