Perspectiva Global Reportagens Humanas

Milhares precisam de ajuda em Mianmar BR

Milhares precisam de ajuda em Mianmar

Envios de alimento começam a chegar ao país após ciclone que matou pelo menos 22 mil pessoas.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

O Escritório das Nações Unidas de Assistência Humanitária, Ocha, informou que o número de pessoas precisando de ajuda em Mianmar, antiga Birmânia, pode chegar a centenas de milhares.

O país foi atingido pelo ciclone Nargis, no fim de semana.

Infra-Estrutura

Pelo menos 22 mil pessoas morreram e dezenas de milhares estão desaparecidas.

Numa nota nesta quarta-feira, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que há relatos de que o ciclone possa ter deixado pelo menos 1 milhão de desabrigados.

Segundo agências de notícias, o governo de Mianmar, liderado por uma junta militar, já teria autorizado a entrada de um vôo transportando 25 toneladas de ajuda humanitária.

Numa entrevista à Rádio ONU, na terça-feira, o encarregado do Ocha, Carlos Monteiro, falou sobre a destruição da infra-estrutura nas áreas afetadas.

Carta

“Vastas zonas inundadas, vastas zonas destruídas e praticamente todos os acessos por terra cortados. Portanto, uma vez que tenhamos este acesso, aí sim teremos uma idéia exata do impacto do desastre. Todos nós sentimos a morte de uma pessoa e ainda mais de 22,5 mil pessoas. Para nós, a prioridade é saber quantas pessoas estão vivas e quantas necessitam de ajuda ”, disse.

Segundo o governo birmanês, cinco regiões foram declaradas área de desastre.

Segundo o Programa Mundial de Alimentos, PMA, a parte costeira do país foi bastante destruída. A ex-capital, Yangun, está sem eletricidade e água potável.

Nesta quarta-feira, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, divulgou uma nota mostrando muita preocupação com a situação no país.

Ban Ki-moon pediu ao governo birmanês que facilite a entrada de trabalhadores de agências humanitárias ao país para auxilar na resposta do governo à tragédia.