Guiné-Bissau apresenta à ONU plano estratégico para a paz BR

Guiné-Bissau apresenta à ONU plano estratégico para a paz

O primeiro-ministro do país, Martinho N\'Dafa Cabi, participou nesta quarta-feira de uma reunião da Comissão da Consolidação da Paz.

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

O primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Martinho N'Dafa Cabi, participou nesta quarta-feira de uma reunião da Comissão da Consolidação da Paz, para apresentar um plano estratégico de estabilidade política e desenvolvimento do país.

No encontro realizado na sede das Nações Unidas, em Nova York, Cabi reiterou o pedido à comunidade internacional para ajudar a Guiné-Bissau a combater o narcotráfico e a prosseguir com as reformas da Administração Pública e das Forças Armadas guineenses.

Eleições

O chefe do governo solicitou ainda o apoio do sistema da ONU para organizar as eleições legislativas que deverão ocorrer no final deste ano.

O encarregado de informação do Gabinete das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau, Onugbis, Vladimir Monteiro, falou à Rádio ONU de Bissau, sobre o papel que o Brasil vem tendo nesse processo.

Papel do Brasil

“Durante esta visita fez um convite as autoridades guineenses para que se deslocassem a Nova York e apresentar de viva voz as suas principais preocupações que devem constar em um eventual programa", disse.

Ao discursar na reunião, o representante especial do Secretário-Geral da ONU para a Guiné-Bissau, Shola Omoregie, também elogiou o trabalho desenvolvido pela embaixadora Maria Luiza Viotti.