Secretário-Geral chega ao Haiti para 1ª. visita oficial no cargo BR

Secretário-Geral chega ao Haiti para 1ª. visita oficial no cargo

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, chegou ao Haiti para uma visita de 24 horas ao país. Ban deve conferir de perto o trabalho da Missão de Estabilização da ONU no Haiti, Minustah, que é comandada pelo Brasil.

O major James Bolfoni, chefe do centro de Operações do Batalhão Brasileiro, falou à Rádio ONU, de Porto Príncipe, sobre outros detalhes da agenda de Ban na capital haitiana.

“Ele vai visitar o presidente, o primeiro-ministro, o Parlamento e o Ministério da Justiça. Estão previstas algumas atividades também na parte logística da Minustah e, em especial, a única parte da visita que envolve tropas, está acontecendo na região de Cité Soleil”, explicou.

A favela de Cité Soleil, considerada uma das mais perigosas do Haiti, conta desde dezembro de 2006, com uma operação especial de segurança, comandada pelas tropas brasileiras. Segundo o major Bulfoni, a nova estratégia de pacificação da comunidade tem funcionado.

“É impressionante o desenvolvimento que a gente percebe a cada dia: as pessoas voltando para suas casas, abrindo negócios, linhas regulares de ônibus. É muito gratificante para as tropas brasileiras e para a ONU, como um todo, perceber que o trabalho conseguiu ser bem feito, e agora cabe um trabalho de reconstrução da área”, disse.

Após a visita ao Haiti, o Secretário-Geral da ONU deverá embarcar para Barbados.