Timor-Leste realiza eleição presidencial sem incidentes BR

Timor-Leste realiza eleição presidencial sem incidentes

O Timor-Leste realizou nesta segunda-feira sua primeira eleição presidencial, desde que o país se tornou independente, em 2002. A votação transcorreu sem registro de atos de violência.

Mônica Rodrigues, porta-voz da Polícia da ONU, a Unpol, destacou o clima ordeiro mantido no país, falando para a Rádio ONU da capital timorense, Dili:

“Penso que a Unpol conseguiu garantir as condições de segurança. Relativament ao dia de hoje, foi calmo, as votações ocorreram tranquilamente. As pessoas foram às urnas de uma forma gradual e sem atropelos. A votação se deu de forma tranqüila e com consciência. A nossa preocupação, é claro, se centra agora no período pós-eleitoral. O que pretendemos é continuar garantindo as condições de segurança para que as pessoas vivam este momento em paz”, concluiu.

Em evento paralelo, agências de notícias registraram que uma observadora internacional brasileira, a juíza Sandra Aparecida de Frias Torres, foi ferida a faca no sábado, diante da Embaixada dos Estados Unidos. O incidente foi tratado como uma tentativa de assalto não relacionada com o processo eleitoral.