Descuido com saúde reprodutiva causa 500 mil mortes, alerta OMS BR

Descuido com saúde reprodutiva causa 500 mil mortes, alerta OMS

Um estudo apoiado pela Organização Mundial da Saúde, OMS, revela que mais de 500 mil mulheres morrem todos os anos durante a gravidez ou o parto.

A diretora-geral assistente da OMS para Família e Saúde da Comunidade, Joy Phumaphi, disse que os cuidados com a saúde reprodutiva estão caindo na agenda internacional. Segundo ela, os governos parecem relutantes em combater a ameaça.

Segundo a OMS, este é o primeiro estudo global sobre saúde reprodutiva e sexual. Para a OMS, se nada for feito para tratar do assunto de maneiras aberta e direta, o número de mortes continuará aumentando.

Pela pesquisa, todos os anos, 80 milhões de mulheres engravidam sem querer e 45 milhões acabam abortando na maioria das vezes em condições inseguras.

A pesquisa foi realizada em 59 países.