Haiti permanence no “caminho de estabilização e consolidação democrática”
BR

18 julho 2017

Avaliação é da representante especial do secretário-geral da ONU no Haiti; Sandra Honoré falou ao Conselho de Segurança nesta terça-feira; Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti, Minustah, será encerrada em 15 de outubro.

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.

A menos de três meses do fechamento da Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti, Minustah, e a transição para uma missão menor de manutenção da paz que será conhecida como Minujusth, o país permanece no caminho de estabilização e consolidação democrática.

Esta é a avaliação da representante especial do secretário-geral da ONU no Haiti, Sandra Honoré, que falou neste terça-feira ao Conselho de Segurança.

Janela de oportunidade

Segundo Honoré, para que o país aproveite ao máximo a janela de oportunidades que surgiu após o processo eleitoral, serão necessárias medidas adicionais para consolidar os ganhos de segurança e estabilização dos últimos anos.

Ações também seriam necessárias para criar uma melhor coesão social e política e reforçar assim as instituições de Estado para que estas possam atender às necessidades do povo haitiano.

Diálogo nacional

Nesse sentido, Honoré se disse “encorajada pela promessa de campanha do presidente Jovenel Moïse de lançar um diálogo nacional amplo com o objetivo de criar uma visão comum para o progresso e articular uma agenda de reforma insituticional com prioridades que abordes os mais prementes desafios sócio-econômicos e políticos”.

A representante especial destacou que “sem um sistema judicial que funcione adequadamente, a Polícia Nacional Haitiana não pode fornecer segurança de forma eficaz aos cidadãos do país” e que os investimentos domésticos de internacional na força polical não se desenvolveriam em todo o seu potencial.

Neste momento de transição até o fechando da Missão, Honoré defendeu que a parceria da comunidade internacional com o Haiti e o contínuo e coordenado apoio à agenda de reforma do país serão fundamentais.

A Minustah será encerrada no dia 15 de outubro. A decisão foi tomada pelo Conselho de Segurança em abril deste ano.

Notícias Relacionadas:

Vídeo: A despedida do Haiti | Rádio das Nações Unidas

Haiti: "Novo período de estabilidade é importante janela de oportunidade"

Haiti: ONU afirma que modelo da Minustah pode ser replicado no mundo 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud