FAO: Trigo e carne aumentam preço global de alimentos em junho
BR

6 julho 2017

Índice de Preços dos Alimentos subiu 1,4% em relação a maio; FAO revela que valor atual do indicador está 7% acima se comparado ao mesmo período do ano passado.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

O aumento dos preços do trigo e da carne fez com que subisse o custo dos alimentos a nível global em junho, segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO.

O Índice de Preços dos Alimentos, divulgado esta quinta-feira em Roma, atingiu 175,2 pontos. O valor corresponde a uma alta de 1,4% em relação a maio e está 7% acima se comparado ao mesmo período de 2016.

Açúcar brasileiro 

O custo dos cereais aumentou 4,2% influenciado pelos preços do trigo com alto teor de proteína porque agravaram as condições de cultivo nos Estados Unidos.

Os valores do milho diminuíram devido a colheitas recordes na América do Sul.

A outra queda ocorreu no açúcar, que baixou 13% em relação a maio. O custo do produto no mercado internacional tem caído desde fevereiro por causa da sua grande disponibilidade para as exportações, em particular pelo Brasil.

De acordo com a FAO, as compras de açúcar pelo principal importador mundial, a China, diminuíram depois da imposição de altas tarifas de importação.

Ganhos

Também registraram ganhos os índices de preços da carne e dos lacticínios, enquanto o valor das oleaginosas caiu.

A FAO prevê ainda que a produção mundial de cereais este ano seja de 2.593 bilhões de toneladas, que reflete uma queda de 0,6% em relação a 2016. A redução deve-se a cortes nos produtos de cevada e trigo, principalmente na União Europeia.

A produção mundial de trigo deve chegar a 739,9 milhões de toneladas, um valor que está cerca de 0,4% abaixo da previsão anterior. A principal razão são as fracas culturas no bloco europeu e na Ucrânia.

Notícias relacionadas:

Conferência da FAO alerta para aumento da fome no mundo

Em Lisboa, Guterres fala sobre fragilidades para cumprir Agenda 2030

FAO alerta para impacto da "crise esquecida" de alimentos na RD Congo

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud