Após 13 anos, Missão da ONU na Côte d’Ivoire termina mandato “de sucesso”
BR

29 junho 2017

Afirmação é do secretário-geral António Guterres, que parabeniza governo e população por contribuírem para o fim da crise; um total de 150 soldados de paz morreram enquanto serviam  no país africano.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque. 

A Operação das Nações Unidas na Côte d’Ivoire, Onuci, termina suas atividades no país nesta sexta-feira, 30 de junho. O secretário-geral da ONU afirma que a missão “cumpriu seu mandato com sucesso”.

António Guterres parabeniza a população e o governo do país africano, conhecido como Costa do Marfim, “pela determinação e esforços em virar a página da crise e do conflito”.

Respeito

O chefe da ONU reconhece também todas as contribuições feitas por parceiros nacionais e internacionais em prol do processo de paz marfinense. Guterres elogia ainda “a excelente liderança” da sua representante especial na Côte d’Ivoire, Aichatou Mindaoudou, e de todos os seus antecessores.

As tropas de paz da ONU atuaram no país por 13 anos e no período, 150 boinas azuis morreram em serviço. António Guterres expressa seu “profundo respeito em memória” a esses soldados, além de agradecer a todos os países que contribuíram com tropas e com policiais para a Onuci e a todos os boinas azuis e funcionários civis da missão.

O secretário-geral reforça que as Nações Unidas continuam comprometidas com a Côte d’Ivoire, apoiando o governo na implementação de reformas e para garantir que a paz seja mantida e que a população continue progredindo.

Notícias Relacionadas:

Côte d'Ivoire: setor privado inaugura plataforma humanitária

Côte d’Ivoire pode ser "história de sucesso", diz chefe de Missão da ONU

Forças de paz estão na segunda cidade de Cote d'Ivoire após rebelião militar

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud