crise

Chefe humanitário diz que “todos precisam fazer mais” para apoiar Venezuela
BR

Mark Lowcock, que visitou o país por três dias, disse que sofrimento humano não pode ser usado politicamente; ele descreveu riscos como exploração sexual, tráfico e abusos enfrentados, diariamente, por quem tenta fugir da crise.

ONU e União Europeia anunciam Conferência de Solidariedade para Venezuela
BR

Quase 80% dos 4,5 milhões de venezuelanos, que fugiram do país por causa da crise, permaneceram na região da América Latina e do Caribe; Conferência Internacional de Solidariedade será realizada em 28 e 29 de outubro, em Bruxelas, na Bélgica.

Mais de 80% das escolas fecharam devido à crise em Camarões

Segundo Unicef, cerca de 600 mil crianças estão sem acesso à educação; milhares de pessoas carecem de serviços básicos como saúde e água potável; meios de subsistência foram destruídos por causa da violência armada.

Agências da ONU revelam danos após intensificação de confrontos no Iêmen

Pacientes e pessoal de saúde foram atingidos por balas perdidas e um estilhaço em hospital de Hodeida; mais de 50 granadas foram lançadas contra instalações que armazenam alimentos no mar Vermelho.

Venezuela: crise não pode ser resolvida por “imposição de medidas unilaterais”
BR

Avaliação é do secretário-geral da ONU que defende “solução política baseada em diálogo e compromiso”; António Guterres mais uma vez apelou a governo e oposição que reiniciem negociações; já equipe do Escritório de Direitos Humanos indicou padrões de violações em meio a protestos.

Áudio -

Venezuela: crise não pode ser resolvida por “imposição de medidas unilaterais”
BR

ONU faz lista do que as pessoas mais precisam no Iémen

País enfrenta uma das piores crises humanitárias do mundo; cerca de 7 milhões estão à beira da fome, 2,3 milhões de crianças desnutridas.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.*

Áudio -

ONU faz lista do que as pessoas mais precisam no Iémen

ONU muito preocupada com risco de mais violência na Venezuela
BR

Em nota, Alto Comissariado de Direitos Humanos lembrou realização de eleições para uma Assembleia Constituinte, marcada para domingo; para Nações Unidas, eleitores não são obrigados a votar e quem quiser participar deve ter liberdade para fazê-lo.

Áudio -