Funcionário da ONU gravemente ferido em ataque terrorista na Indonésia
BR

14 janeiro 2016

Holandês é especialista em silvicultura no Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma; segundo agências de notícias, grupo Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil, assumiu a autoria do atentado.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

Um funcionário do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, foi gravemente ferido durante os ataques terroristas desta quinta-feira nos arredores dos escritórios da ONU no centro de Jacarta, capital da Indonésia.

O cidadão holandês, cujo nome não divulgado, é um “renomado especialista” em silvicultura e gestão de ecossistemas. Ele está trabalhando na cidade como parte de uma equipe da ONU que fornece assistência ao governo do país no combate à queima de vegetação.

Autoria

Segundo agências de notícias, o grupo Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil, assumiu a autoria da série de explosões e ataques com armas.

Pelo menos dois civis e cinco extremistas teriam morrido nos atentados, supostamente descritos como uma tentativa de imitar os ataques em Paris.

Luta pela Vida

O diretor-executivo do Pnuma, Achim Steiner, afirmou que a agência “condena da forma mais forte possível esses atos de terror sem qualquer sentido”.

Ele disse que “os pensamentos e orações estão com as vítimas e suas famílias”, incluindo o funcionário do Pnuma, que está “atualmente lutando por sua vida”, e a população e o governo da Indonésia.

O membro da equipe da ONU que foi ferido é casado e tem quatro filhos.

Leia Mais:

ONU condena ataques no Paquistão e nos Camarões | Rádio das Nações Unidas

ONU condena atentado terrorista na Turquia | Rádio das Nações Unidas

Retrospectiva 2015: imagens marcantes de um ano de "avanço e horror" | Rádio das Nações Unidas

 ONU condena ataques terroristas em Paris | Rádio das Nações Unidas

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud