ONU discute crise na Síria com membros do Conselho de Segurança
BR

13 janeiro 2016

Enviado especial Staffan de Mistura se reuniu com os países que ocupam assento permanente no órgão, chamados de P5; secretário-geral Ban Ki-moon disse que prioridade é retomar processo político em 2016.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, se reuniu esta quarta-feira com os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança, conhecidos pela sigla P5, no Palácio das Nações, em Genebra.

De Mistura chamou a atenção dos representantes da China, Estados Unidos, França, Reino Unido e Rússia sobre “a importância para a população síria de ter acesso livre à ajuda humanitária em regiões sitiadas”.

Negociações Políticas

Eles discutiram também as preparações para as negociações políticas que devem ter início em 25 de janeiro na cidade suíça.

Staffan de Mistura disse que sua equipe vai continuar trabalhando para convidar as autoridades que participarão da reunião.

O objetivo das Nações Unidas é assegurar o máximo de inclusão nas conversações entre todas as partes envolvidas no conflito.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que a prioridade é retomar o processo político neste ano, tendo como base o Comunicado de Genebra, de 2012, e a resolução do Conselho de Segurança 2254, adotada em dezembro de 2015.

Leia Mais:

Enviado da ONU avalia impactos de crise recente nas conversas sobre a Síria

Mais de 450 pessoas foram retiradas de áreas de difícil acesso na Síria

Enviado da ONU define data para negociações de paz entre sírios

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud