Começa a contagem regressiva de 100 dias para a Conferência dos Oceanos
BR

18 março 2022

Evento das Nações Unidas em Lisboa reunirá comunidade internacional para debater poluição marinha, conservação de ecossistemas, pesca sustentável e ODSs; enviado especial Peter Thomson destaca que metade das espécies marinhas corre risco de extinção até 2100.  

A Conferência dos Oceanos das Nações Unidas começa daqui a 100 dias, em 27 de junho. O evento na capital portuguesa, Lisboa, reunirá a comunidade internacional para debater questões críticas sobre a saúde dos cinco oceanos: combate à poluição marinha, conservação e restauração de ecossistemas, pesca sustentável e alcance do Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODS, número 14, ligado aos mares.  

O enviado especial da ONU para o Oceano gravou um vídeo para marcar a contagem regressiva. Peter Thomson explica que outro objetivo é aumentar os investimentos em soluções baseadas na ciência. 

Restaurar relação de respeito  

Thomson explica que a conferência em Lisboa “fornece oportunidade única para mobilizar parcerias. O enviado da ONU aproveita para fazer um apelo “aos governos, indústrias e sociedade civil” para “unirem forças” e tomarem “medidas para reverter o declínio dos oceanos. 

Ele espera ainda que o encontro internacional seja uma oportunidade para a restauração do “relacionamento da humanidade com os oceanos, com respeito e equilíbrio.” 

Peter Thomson lembra que o aumento das emissões de carbono está acidificando os oceanos, que também estão sendo sufocados pelo lixo plástico. Por isso, mais da metade das espécies marinhas poderá estar em risco de extinção até 2100.  

O enviado especial destaca que existem soluções para reverter esta situação, que serão debatidas durante o evento de cinco dias. A Conferência dos Oceanos das Nações Unidas é co-organizada pelos governos de Portugal e do Quênia. 

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud