Mundo comemora 50 anos após o primeiro pouso na Lua BR

O chefe a bordo da missão da Apollo 11, Neil Armstrong, e o tripulante Buzz Aldrin foram os primeiros seres humanos que pousaram em outro corpo celeste.
Foto: ONU/NASA
O chefe a bordo da missão da Apollo 11, Neil Armstrong, e o tripulante Buzz Aldrin foram os primeiros seres humanos que pousaram em outro corpo celeste.

Mundo comemora 50 anos após o primeiro pouso na Lua

Assuntos da ONU

ONU recebeu astronautas da missão Apollo 11 três semanas após o acontecimento; ex-presidente dos EUA, Richard Nixon, ofereceu uma amostra de rocha lunar para marcar viagem histórica.

Este 20 de julho marca o 50º aniversário da chegada do homem à Lua.  A presidente da Assembleia Geral, María Fernanda Espinosa, foi oradora especial em um evento organizado na sexta-feira, em Nova Iorque, para celebrar meio século desse acontecimento.

Os organizadores foram a companhia de serviços online Google, a Agência Aeroespacial Americana, Nasa, e seus parceiros.

Na visita, os astronautas presentearam as Nações Unidas com uma cópia da placa comemorativa que deixaram na superfície lunar.
Na visita, os astronautas presentearam as Nações Unidas com uma cópia da placa comemorativa que deixaram na superfície lunar. , by Foto: ONU/A. Travis

Mulheres no Espaço

A representante falou a uma plateia de mulheres astronautas, empresários, especialistas em ação climática, comunidades espaciais, jovens e membros da Aliança Espacial de Nova Iorque.

O propósito do evento foi promover a inovação e as comunidades empreendedoras, com destaque para as mulheres no espaço. Espinosa defendeu que haja mais apoios para garantir uma maior presença feminina em áreas como ciências, tecnologia, engenharia e matemática.

Missão

O chefe a bordo da missão da Apollo 11, Neil Armstrong, e o tripulante Buzz Aldrin foram os primeiros seres humanos que pousaram em outro corpo celeste.

O terceiro tripulante Michael Collins continuou em órbita lunar no módulo de comando Columbia, que era o meio de transporte que permitiria que os astronautas retornassem à Terra.

Três semanas após a ida do homem à Lua, em 13 de agosto, os três astronautas visitaram a sede da ONU. Na ocasião, Neil Armstrong disse que “nós cidadãos da terra, que podemos evitar que os problemas deixem a terra, também podemos resolver os problemas que ela enfrenta.”

Três semanas após a ida do homem à Lua, em 13 de agosto, os três astronautas visitaram a sede da ONU.
Três semanas após a ida do homem à Lua, em 13 de agosto, os três astronautas visitaram a sede da ONU. , by Foto: ONU/J. Grinde

Apollo 11

Falando ao grupo de astronautas, o então secretário-geral U Thant disse que provavelmente não tenha havido “quem não tenha visto o astronauta Armstrong quando deu um passo importante na Lua”. Ele acrescentou que naquele momento, “centenas de pessoas nos meios de rádio e televisão participaram do momento único da história”.

O voo da Apollo 11, os primeiros passos na Lua e o retorno bem-sucedido do grupo ajudaram a compreender o que a raça humana pode realizar no planeta com recursos e tecnologia disponíveis e a preparação para combinar os esforços e trabalhar em conjunto para o benefício da humanidade, segundo a ONU.

Rocha Lunar

Na visita, os astronautas presentearam as Nações Unidas com uma cópia da placa comemorativa que deixaram na superfície lunar. O texto gravado era: "Aqui, homens do planeta Terra deram seus primeiros passos na Lua. Julho de 1969, A.D. Nós viemos em paz, por toda a humanidade."

Entre as relíquias guardadas na sede da ONU, há uma amostra de rocha lunar para marcar o feito histórico. O presente foi oferecido pelo presidente dos EUA, Richard Nixon, em 20 de julho de 1970, quando a comunidade internacional comemorava o primeiro aniversário da primeira viagem à Lua.

Entre os presentes na cerimônia solene de entrega do pedaço da rocha também estavam Armstrong, Aldrin e Collins.