ESPECIAL: Jovens do Brasil e a inspiração para mudar o mundo
BR

10 abril 2019

Grupo é composto por embaixadores da Juventude apoiados pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime; fórum em Nova Iorque faz interagir membros do grupo e políticos em prol dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Ideias, energia e criatividade dos jovens são atributos que o secretário-geral António Guterres considera necessários para que as Nações Unidas tenham mais destaque e sejam mais eficientes.

O chefe da ONU falava esta terça-feira para uma plateia de centenas de membros dessa geração na reta final do Fórum Mundial da Juventude.

Realidade 

A ONU News conversou com brasileiros que estiveram no encerramento das sessões que duraram dois dias. São embaixadores da Juventude do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Unodc, no Brasil.

Maurício Peixoto conta que aproveitou a presença no encontro para falar ao mundo do potencial de jovens de seu país.

“Na nossa perspectiva, enquanto jovem periférico, jovem gay, pessoas negras, nessa visibilidade. Estar aqui traz essa visibilidade para o mundo, a da realidade brasileira, e como a gente consegue impactar os jovens no Brasil, representando toda essa juventude que está por vir, que está vindo. E eles veem na gente como inspiradores para mudar a realidade de que está acontecendo. Isso é inclusão: mostrar para todo o mundo que todos os jovens de periferia na escola publicam onde trabalho, que é possível sonhar mais alto. É possível galgar os seus sonhos e lutar por eles que vale a pena no final.”

Na plataforma internacional, os jovens interagiram em sessões sobre políticas, ideias, soluções e inovações do grupo para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODSs. 

Preparados

Thânísia Cruz foi uma das representantes que se envolveu no debate dos temas com centenas de jovens.

“A minha presença aqui tem uma relação profunda com a representatividade. No Brasil existem muitas meninas e mulheres, como eu, que estão traçando os mesmos caminhos, buscando oportunidades de emprego, oportunidades de uma profissionalização mais adequada e de qualidade. Estando aqui hoje é possível perceber que esse espaço nos cabe e que nós podemos vir, preparados, representar o Brasil e daqui levar tantas histórias quanto aprendizado técnico sobre o sistema ONU e compartilhar com os coletivos, nas escolas e impulsionar também o processo de políticas públicas. Aqui, do Brasil, eu tenho partilhado o movimento de juventude de Mulheres Negras sobre como a gente consegue formar essas mulheres para a participação política em processos de decisão.”

Respostas

O Fórum da Juventude do Conselho Econômico e Social da ONU, Ecosoc, debate o papel do grupo no monitoramento, na revisão e na implementação da Agenda 2030 e na realização dos ODSs.

Maria Eduarda Couto acredita que nessa meta, a audácia pode ser uma aliada dos jovens para atuar em áreas como o combate à violência. Ela disse que esses bons resultados podem reforçar o potencial de uma juventude criativa e com potencialidades.

“Porque no Brasil a gente tem realmente uma juventude que está morrendo, que está matando, mas também tem uma juventude que está produzindo que está nos centros de artes, nos espaços de decisão e que precisam estar mais e que precisam que suas vozes sejam ouvidas. A ideia que eu penso que é importante trazer aqui é que entender a segurança pública é entender que a gente também precisa entender cidadania e inclusão para os jovens do Brasil.   Também promover olhares que entendam o que vai sendo feito. Eu acho que este espaço é muito importante porque ele mostra uma faceta do Brasil que talvez não seja enxergada. A gente é muito visto aqui, e eu já falei isso, a curiosidade do Brasil pela violência e não pelas potencialidades.”

Valores

Para Caio Medina, ter sido escolhido para participar do fórum recarregou suas convicções para reafirmar seus valores e aspirações.

“O Brasil tem hoje como maior caraterística, infelizmente, a violência. Principalmente a violência contra homens, negros, jovens e pobres como eu. Eu acho que venho aqui quebrando essa estatística sendo uma forte liderança, uma representatividade importante para todos, como eu, que estão passando por diversos problemas, enfrentando a criminalidade infelizmente nas portas das suas casas. enfrentando o tráfico de drogas. Eu estou aqui para mostrar que eles são capazes. Que eles são capazes de alcançar tudo o que eles quiserem e todos os objetivos que eles tiverem. Eles podem alcançar, felizmente, positivamente. Eu sou o exemplo vivo disso.”

Os embaixadores da Juventude existem há 10 anos como oportunidade para que os participantes expressem opiniões, compartilhem ideias e pensem juntos sobre o que deve ser feito para alcançar as metas de desenvolvimento global.

Inovadores

 A iniciativa que trouxe estes jovens para Nova Iorque foi coordenada por Rodrigo Araújo, a cargo da área de programas na Unodc Brasil.

“Há esperança, com certeza. Acho que cada edição que a gente de Embaixadores da Juventude a gente tem essa certeza. E a gente fala como coordenador, mas também como jovem. Eu consigo identificar em cada um dessem meninos que trabalham com a gente uma gota de esperança quando a gente acha que a situação está perdida e a gente e cada história de vida e aquelas ideias inovadoras. A inovação que eles trazem a gente fala: Sim, pelo menos a juventude brasileira tem uma esperança e a esperança está nessa sala com esses embaixadores.”

As Nações Unidas dizem contar com os jovens para enfrentar os desafios do grupo e aproveitar suas contribuições para alcançar suas metas específicas.

Os participantes do Fórum da Juventude também foram selecionados por Conselhos Nacionais de Juventude, organizações juvenis regionais, entidades e redes lideradas por jovens e afiliadas.

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Cabo Verde propõe fundo de empreendedorismo para jovens da Cplp

Objetivo é financiar projetos de jovens com impacto nas suas comunidades, secretário de Estado da Juventude está em Nova Iorque para participar no Fórum da Juventude nas Nações Unidas.

Guterres manda recado a jovens: “precisamos de suas ideias, sua energia e sua criatividade”

Fórum da Juventude do Conselho Econômico e Social marca interação de centenas de representantes na ONU; evento debateu papel juvenil para monitorar, avaliar, executar e realizar Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável, ODSs.