OMS destaca que “é o momento” para incentivar ação no Dia Mundial de Combate à Tuberculose

24 março 2019

Agência recorda compromisso de líderes de aumentar acesso à prevenção e ao tratamento da doença; esforços de combate à tuberculose já salvaram cerca de 54 milhões de vidas nos últimos 19 anos.

Este 24 de março é o Dia Mundial de Combate à Tuberculose, que em 2019 destaca o tema "é o momento". O objetivo é enfatizar que é urgente atuar em relação aos compromissos assumidos pelos líderes globais.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, lembra que os países concordaram em  ampliar o acesso à prevenção e ao tratamento da doença durante a Reunião de Alto Nível da ONU, realizada em setembro de 2018.

Resposta

As obrigações adotadas pelos líderes globais incluem criar maior responsabilidade, garantir fundos suficientes e sustentáveis, promover o fim do estigma, da discriminação e uma resposta equitativa à doença com base em direitos humanos.

O diretor do Programa Nacional de Combate à Tuberculose em Moçambique, Ivan Manhiça, disse que ainda é preciso enfrentar percepções erróneas sobre a doença para tornar o combate mais eficaz.

“Há várias formas de entender o surgimento da doença, os seus sintomas e até o seu tratamento. É por isso que na nossa luta privilegiamos os praticantes da medicina tradicional, mas estamos a puxar cada vez mais a academia que nos vai ajudar a entender as várias perceções que existem sobre a doença e a desenhar respostas mais ajustadas para cada região.”

Foi em 24 de março de 1882 que o médico Robert Koch anunciou a descoberta da bactéria causadora da tuberculose. Esse anúncio abriu caminho para diagnosticar e curar a doença.

Epidemia global

A celebração serve para aumentar a consciência sobre as consequências da tuberculose para a saúde, a sociedade e a economia além de intensificar os esforços para acabar com a epidemia global.

Estima-se que 4,5 mil pessoas perdem a vida com tuberculose e perto de 30 mil sofrem da doença evitável e curável.

Em todo o mundo, os esforços de combate à tuberculose já salvaram cerca de 54 milhões de vidas desde o ano 2000. Graças a essas medidas foi reduzida a taxa de mortalidade pela doença em 42%.

O apelo da OMS aos governos, às comunidades afetadas, às organizações da sociedade civil, aos que prestam cuidados de saúde e aos parceiros é que unam forças para garantir que ninguém seja deixado para trás no combate à tuberculose.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud