Portugal destaca papel feminino na ciência em painéis temáticos na ONU

13 fevereiro 2019

Missão Permanente do país foi um dos organizadores do Fórum do Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência; evento juntou dezenas de participantes esta semana em Nova Iorque; menos de 30% dos investigadores no mundo são mulheres.

As Nações Unidas realizaram o 4º Fórum do Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, em Nova Iorque, com vários eventos que se seguiram à data marcada na segunda-feira.

Portugal foi um dos países que organizou o evento que juntou dezenas de participantes. Em declarações à ONU News, o representante permanente do país à ONU, Francisco Duarte Lopes, falou da colaboração com a Academia Real para a Ciência Internacional e as missões da Eslováquia, de Bangladesh e da Hungria.

Algumas das participantes do 4º Fórum do Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, em Nova Iorque, by Foto ONU/Manuel Elias

Programação

O embaixador, que moderou alguns dos debates, explicou os temas que criaram maior interesse no evento.

“Realizaram-se vários painéis temáticos, com especialistas de diferentes áreas, desde a educação à saúde, até, por exemplo, um painel sobre sustentabilidade na indústria da moda, e queria, essencialmente, chamar a atenção para as participações, algumas delas brilhantes, de jovens interessadas na ciência e investigação.”

O tema do evento deste ano foi “Investimento em Mulheres e Meninas na Ciência para um Crescimento Verde Inclusivo”. A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, Unesco, estima que menos de 30% dos investigadores no mundo são mulheres.

Participantes

Participaram nos painéis empresárias, especialistas e cientistas de países como Iraque, Canadá, Índia ou Suíça. A presidente da Assembleia Geral, María Fernanda Espinosa, e o secretário-geral, António Guterres, estiveram na abertura. 

O embaixador português destacou uma intervenção que abordou o tema da convivência de humanos com novas tecnologias no futuro.  

“Por exemplo, ficou-me na memória uma intervenção de uma rapariga muito nova sobre as condições da futura convivência no local de trabalho entre seres humanos e robots, a partir do momento em que tenhamos de lidar muito mais de perto com a convivência entre seres humanos e a inteligência artificial nos locais de trabalho.”

Apesar de serem 57% de todos os licenciados no mundo, as mulheres representam apenas 35% dos graduados nas áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática, Stem na sigla em inglês. Como resultado disso, são apenas 16% das pessoas que detém uma patente no mundo.

Filme

Na segunda-feira, o país também organizou uma exibição especial do filme de animação "Wonder Park".

A produção, que estreia em 15 de março, conta a história de uma menina chamada June que usa ciência, tecnologia, engenharia e matemática para salvar o País das Maravilhas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud