OMM prevê ocorrência de El Niño no fim de 2018

10 setembro 2018

Agência da ONU revela que possibilidade de ocorrência do fenómeno é de 70%; temperaturas de superfície devem ser altas na maior parte de Ásia-Pacífico, Europa, América do Norte, África e costa da América do Sul.

A Organização Mundial da Metereologia, OMM, anunciou que a probabilidade do fenómeno climático El Niño ocorrer é de 70% até o fim do ano.

Em comunicado, emitido em Genebra, a agência disse não esperar que o fenómeno seja de forte intensidade como o de 2015-2016, mas prevê “impactos consideráveis”.

Aquecimento

Pela primeira vez, a agência acompanhou a Atualização sobre o El Niño com a previsão climática global para o período entre setembro e novembro, através de dados de centros credenciados pela OMM em várias partes do mundo.

Para a agência, existe uma grande possibilidade de ocorrerem altas temperaturas de superfície em grande parte da Ásia-Pacífico, Europa, América do Norte, África e ao longo da costa da América do Sul.

Chuvas

O fenómeno El Niño resulta do aquecimento periódico no leste do Oceano Pacífico, que pode provocar seca em algumas regiões e chuvas fortes em outras.

As possíveis exceções são áreas do interior da América do Sul, da Gronelândia e várias ilhas do Pacífico Sul, além de regiões caribenhas.

O secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, destacou que 2018 deve ser um dos anos mais quentes de que há registro, após altas temperaturas ocorridas em julho e agosto em várias partes do mundo. 

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud