Guterres: EUA deveriam ter permanecido no Conselho de Direitos Humanos
BR

19 junho 2018

Reação foi dada em nota, emitida pelo porta-voz do secretário-geral da ONU; alto comissário de direitos humanos, Zeid Al Hussein mostrou decepção, mas disse que não era surpresa; Estados Unidos anunciaram saída do órgão no fim da tarde desta terça-feira após afirmarem que Conselho é "tendencioso".

As Nações Unidas lamentaram a decisão dos Estados Unidos de se retirarem do Conselho de Direitos Humanos. O órgão com 47 países-membros tem sede em Genebra, na Suíça.

Em nota, o secretário-geral afirmou que teria preferido que os Estados Unidos permanecessem no Conselho. António Guterres lembrou que a estrutura de direitos humanos da ONU tem um papel importante na promoção e proteção desses direitos em todo o mundo. 

Surpresa

Já o alto comissário de direitos humanos, Zeid Al Hussein, afima que a notícia decepciona. Para ele, com a atual situação dos direitos humanos, os Estados Unidos deveriam aumentar sua participação e não se retirarem.

Foto ONU: Mark Garten
Secretário-geral da ONU, António Guterres.

 

A decisão de sair do órgão da ONU foi anunciada pela embaixadora do país junto à organização, Nikki Haley, ao lado do secretário de Estado americano, Mike Pompeo. Haley afirmou que a possível retirada dos Estados Unidos já havia sido cogitada há um ano.

Haley disse que o órgão é tendencioso com relação a Israel e que o Conselho admite como membros países que cometem abusos de direitos humanos.

Compromisso

Ela lembrou que ao sair do Conselho da ONU, os Estados Unidos não estão, de nenhuma maneira, abandonando o seu compromisso com os direitos humanos.

Nikki Haley em coletiva de imprensa. Foto: ONU/Mark Garten
Nikki Haley em coletiva de imprensa. Foto: ONU/Mark Garten

 

Em comunicado, o presidente da Assembleia Geral da ONU, Miroslav Lajcak, lamentou o anúncio do governo americano. Ele lembrou que o Conselho de Direitos Humanos foi criado em 2006 para fortalecer a promoção e proteção dos direitos e das liberdades fundamentais para todos.
 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud