Guterres elogia cessar-fogo temporário firmado entre Talebã e Afeganistão
BR

7 junho 2018

Pausa nos combates fica prometida para o feriado que marca o fim do ramadã, o mês de jejum dos muçulmanos; Nações Unidas veem ação como passo para a formalização do processo de paz.

O governo do Afeganistão conseguiu firmar um acordo temporário de cessar-fogo com o grupo terrorista Talebã.

O presidente do país, Ashraf Ghani, explicou que a pausa nos combates deve começar no dia 12 de junho e seguir até o dia 15, quando termina o ramadã, o mês de jejum dos muçulmanos.

Segundo a Missão da ONU no Afeganistão, Unama, mais de 2 mil líderes religiosos reunidos em Cabul, capital afegã, esta semana denunciaram a continuação da guerra durante o ramadã e fizeram um apelo em prol da paz.

Cabul, capital afegã., by Unama/ Fardin Waezi

Apelo

O anúncio do cessar-fogo temporário foi bem recebido pelo secretário-geral da ONU. António Guterres faz um apelo ao Talebã para que respeite o cessar-fogo e aceite o pedido de paz feito pelo presidente Ghani.

O chefe da ONU espera que os dois lados possam começar a negociar um fim para “o longo sofrimento do povo afegão”.

Na nota, divulgada pelo porta-voz de Guterres, é destacada a solidariedade das Nações Unidas com a população e o governo do Afeganistão, já que a organização continua comprometida em apoiar o processo de paz.

Apresentação: Daniela Gross.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud