No Brasil, chefe de operações de paz da ONU destaca contribuição do país
BR

29 novembro 2017

Em visita oficial, Jean-Pierre Lacroix ressaltou a participação do Brasil na Missão das Nações Unidas de Estabilização no Haiti, Minustah, e afirmou que brasileiros implementaram inovações; subsecretário-geral esteve em Brasília e Rio de Janeiro.

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.*

O subsecretário-geral da ONU para Operações de Paz esteve em visita oficial ao Brasil esta semana e afirmou que estas missões têm quatro principais desafios a serem superados nos próximos anos, e apontou possíveis respostas a cada um deles.

Jean-Pierre Lacroix destacou que os Estados-membros devem enfrentar no âmbito das missões de paz a ênfase na dimensão política, novo foco para os mandatos, uma revisão estratégica e as parcerias dessas missões.

Inovações

As declarações foram feitas no auditório do Ministério da Defesa em Brasília na segunda-feira a um público de mais de 100 pessoas, militares e civis.

Em entrevista, o subsecretário-geral da ONU falou da participação brasileira na  Missão das Nações Unidas de Estabilização no Haiti, Minustah.

“O Brasil é o país que enviou o contingente maior na Minustah e também a Força da Minustah esteve quase sempre sob comando de um general brasileiro. Mas eu acho que a contribuição do Brasil além dos números, que são muito importantes, era significativa do ponto de vista da estratégia, da capacidade dos brasileiros de implementarem projetos e ideias inovadoras que foram muito importantes para estabelecer uma relação de confiança com a população haitiana, com o governo haitiano também”.

Na terça-feira, no Rio de Janeiro, Lacroix visitou a fragata “Independência”, que levará o novo contingente de militares brasileiros para a Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano, Unifil.

*Com reportagem da ONU Brasil.

Notícias Relacionadas:

Conferência em Vancouver faz 46 novas promessas para missões de paz

Em reunião da ONU Angelina Jolie deplora violência de gênero em conflito

ONU trabalhará "incansavelmente para tornar missões de paz mais eficazes" 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud