Rep. Centro-Africana: expetativa para conferência de doadores é “enorme”

17 novembro 2016

Avaliação é do porta-voz da Missão da ONU no país, Minusca; de Bangui, Vladimir Monteiro citou apoio para reformas como desarmamento, reforma do setor de segurança, reconciliação, justiça, mas sobretudo investimentos para desenvolvimento económico.”

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Uma conferência de doadores em prol da República Centro-Africana será realizada nesta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, com a presença do vice-secretário-geral da ONU, Jan Eliasson.

Eliasson visitou o país africano no início de novembro. Na ocasião, a Rádio ONU conversou com o porta-voz da Missão da ONU na República Centro-Africana, Minusca. Da capital Bangui, Vladimir Monteiro falou sobre a expetativa para a conferência.

Expetativa

“Há uma expetativa enorme, não é? O país foi praticamente esquecido pela comunidade internacional em termos de investimento, isto devido à situação de insegurança, aos conflitos que se sucederam. Agora, depois das eleições bem-sucedidas, o país quer mobilizar essa comunidade. Houve apoio da comunidade internacional durante as eleições, agora é um apoio muito mais importante que se precisa. Um apoio para as reformas como desarmamento, a reforma do setor de segurança, a reconciliação, a justiça, mas sobretudo investimentos para o desenvolvimento económico.”

O subsecretário-geral para Operações de Paz, Hervé Ladsous, também recentemente destacou a importância da conferência de doadores.

Ajuda humanitária

Em 10 de novembro, o coordenador residente na ONU na República Centro-Africana, Fabrizio Hochschild, anunciou a liberação de US$ 12 milhões do fundo humanitário no país para 26 projetos de ONGs nacionais e internacionais e agências da ONU atuando na nação africana.

Em nota emitida pelo Escritório da ONU para Cooordenação de Assistência Humanitária, Ocha, os recursos permitirão uma rápida resposta para que as necessidades humanitárias urgentes sejam atendidas.

Os US$ 12 milhões financiarão projetos em áreas como saúde, combate à desnutrição, educação, saneamento e higiene, proteção e apoio logístico para acesso humanitário.

Os recursos também permitirão ações de apoio a deslocados internos e comunidades que os abrigam. Os fundos também apoiarão o retorno dos desalojados.

Leia e Ouça:

Vaga de violência faz pelo menos quatro mortos na República Centro-Africana

Banco Mundial aprova US$ 250 milhões para República Centro-Africana

Apoio à República Centro-Africana "mais importante que nunca"

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud