Entrevista: “não vamos ficar à espera que alguém nos empurre”

Entrevista: “não vamos ficar à espera que alguém nos empurre”

A comunicadora da Rádio Moçambique, Fárida Costa, considera que ser mulher no seu país implica o que chama de responsabilidade de educar a nação.

Em entrevista à Rádio ONU, de Maputo,  a entrevistada defende a necessidade de a mulher almejar cargos de decisão.

Ao destacar o facto de estas apresentarem características diferentes das dos homens, considera que actualmente a mulher assume posições muitas vezes consideradas actividades do sexo oposto.

Acompanhe a conversa com Ouri Pota.

Tempo total: 05'17''.