Brasil pode integrar comitê da agência da ONU para refugiados palestinos BR

Brasil pode integrar comitê da agência da ONU para refugiados palestinos

Ao encerrar visita ao país, chefe da Unrwa afirmou que pretende estreitar laços e agradeceu as doações brasileiras; agência lançou também um site em português.

O comissário-geral da Agência da ONU de Asssistência aos Refugiados Palestinos, Unrwa, terminou nesta sexta-feira uma visita de cinco dias ao Brasil. No Rio de Janeiro, Filippo Grandi convidou o país a integrar o Comitê Consultivo da Unrwa.

Ele afirmou que existe um grande apoio político do Brasil para as atividades da Unrwa, o que segundo Grandi, é fundamental para contribuições financeiras substanciais e regulares.

Arroz

Para integrar o Comitê Consultivo da Unrwa, o país deve doar mais US$ 6,5 milhões, ou R$ 13 milhões, até o final de 2014. Nações que fazem parte do comitê da agência doam US$ 15 milhões a cada três anos.

Em novembro, o Brasil deve enviar a primeira remessa de 11,5 mil toneladas de arroz que serão doadas aos refugiados palestinos. A maior parte do arroz é do sul do país. Por isso, o chefe da Unrwa teve uma reunião com o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro.

Síria

Em Brasília, o chefe da Unrwa encontrou-se com o vice-presidente da República, Michel Temer e outros representantes de governo. Em São Paulo, Grandi participou do lançamento de uma campanha da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira para arrecadar fundos para a agência.

O comissário-geral da Unrwa afirmou que um grande desafio é a crise na Síria, já que 500 mil palestinos estão refugiados no país. Ele citou que muitos civis estão abandonando suas casas e acessar alguns lugais é difícil, pela falta de segurança.

Mais de 5 milhões de refugiados palestinos vivem em várias partes do Oriente Médio, como Líbano, Faixa de Gaza, Síria, Jordânia e Cisjordânia. A Unrwa trabalha para assistir os refugiados nestas regiões.

Grandi também lançou no Brasil o site da Unrwa em português: www.unrwa.org.br

*Apresentação: Leda Letra, com reportagem do Unic Rio.