Capacetes azuis em Darfur atacados com munição pesada, diz Unamid

Capacetes azuis em Darfur atacados com munição pesada, diz Unamid

Missão da ONU também menciona uso armas antiaéreas de médio alcance por desconhecidos no ataque de domingo; em cinco anos, 51 capacetes azuis perderam a vida na região sudanesa.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Missão Conjunta da ONU e da União Africana em Darfur, Unamid, confirmou que atacantes usaram armas pesadas na emboscada que matou sete capacetes azuis e feriu 17, neste domingo, no sul da região sudanesa.

As declarações foram feitas à Rádio ONU, esta segunda-feira, de Darfur, pelo porta-voz da Unamid, Chris Cycmanic.

Armas Antiaéreas

 De acordo com o representante, o grupo foi atacado por munição pesada e, aparentemente por armas antiaéreas de médio alcance, ao citar um pronunciamento do chefe da Unamid, Mohamen Ibn Chambas.

A missão diz que “o grupo numeroso,” ainda não foi identificado mas combateu na troca de tiros prolongada o que obrigou à chamada de reforços duas instalações.

Mulheres

O Unamid disse que decorrem contactos com familiares das vítimas, de nacionalidade tanzaniana. Duas mulheres estão entre os feridos no incidente contra o comboio de viaturas na localidade de Khor Abeche.

Em mensagem, o Secretário-Geral disse tratar-se do terceiro incidente em três semanas, e manifestou expectativas da tomada de medidas rápidas pelas autoridades sudanesas para levar os responsáveis do ato à justiça.

A 9 de Abril, um capacete azul morreu num incidente similar, no leste de Darfur. De acordo com a Unamid, desde a criação da missão, em 2008, foram mortos 51forças de paz na região.