morte

Agência da ONU que combate drogas e crime dedica maior atenção a Moçambique
BR

Medida pretende confrontar questões como trânsito da heroína, tráfico de recursos naturais e ação de grupos terroristas; ocorrência desses fenômenos impulsiona aumento da cooperação com o governo para rápida implementação da resposta.

Poluição do ar provoca uma morte a cada cinco segundos
BR

Especialista independente lembra que mais de 7 milhões de pessoas morrem cedo todos os anos devido ao problema; 90% da população mundial respira ar poluído; perito considera poluição do ar “um assassino silencioso, invisível e prolífico” em mensagem publicada antes do Dia Mundial do Meio Ambiente.

Enviado da ONU diz que morte do ex-presidente do Iêmen é um evento adverso
BR

Enviado da ONU diz que morte do ex-presidente do Iêmen é um evento adverso
BR

Ould Cheikh Ahmed cita impacto arrasador dos níveis alarmantes da violência sobre população civil; projéteis teriam caído perto do complexo da ONU em Sanaa na segunda-feira.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

ONU quer mais dados de países-membros sobre morte de ex-secretário-geral
BR

ONU quer mais dados de países-membros sobre morte de ex-secretário-geral
BR

Assembleia Geral recebeu relatório sobre morte de Dag Hammarskjöld; para secretário-geral António Guterres, informação ao dispor da organização é insuficiente para chegar a conclusões sobre motivos de acidente de avião.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Pobreza e privação empurram jovens para o extremismo em África

Pobreza e privação empurram jovens para o extremismo em África

Estudo inclui fatores como marginalização, fraca governação e perceção de abuso de poder dos governos; mais de 33 mil africanos morreram devido a ataques extremistas nos últimos cinco anos.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -

Forças de paz morrem após ataque a comboio de veículos no norte do Mali

Forças de paz morrem após ataque a comboio de veículos no norte do Mali

Em nota secretário-geral expressa condolências pelas perdas e lembra que ataques contra a operação de paz podem ser considerados crimes de guerra.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Áudio -