Chefe de comissão de inquérito sobre armas químicas vai à Síria BR

Chefe de comissão de inquérito sobre armas químicas vai à Síria

Ake Sellström irá ao país árabe, a convite do governo; ele será acompanhado pela alta representante da ONU para o Desarmamento, Angela Kane.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

As Nações Unidas informaram que o chefe da comissão da organização para investigações sobre alegações de uso de armas químicas na Síria irá viajar ao país árabe, a convite do governo de Bashar al-Assad. 

Ake Sellström, que visitou o Secretário-Geral da ONU nesta quarta-feira, irá à Síria acompanhado da chefe do Departamento para o Desarmamento, Angela Kane.

Equipe

A Síria afirma que rebeldes que lutam contra o governo no país teriam usado armas químicas num ataque ocorrido em Alepo, no início deste ano. Uma equipe da ONU está investigando o caso.

Também a pedido do governo sírio, peritos russos testaram o material utilizado no ataque e concluíram que o projétil era caseiro. Os peritos da Rússia afirmaram que o armamento teria sido usado por rebeldes.

Na reunião, desta quarta-feira em Nova York, Sellström informo ao Secretário-Geral sobre os trabalhos da comissão de inquérito, que está operando fora da Síria.

A data da viagem do chefe da comissão e de Angela Kane à Síria ainda não foi anunciada.

O conflito no país árabe começou em março de 2011 e já matou 100 mil pessoas. Cerca de 2 milhões de sírios fugiram para os países vizinhos para escapar da violência.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.