ONU diz-se disposta a mobilizar apoios para vítimas do terramoto na China

ONU diz-se disposta a mobilizar apoios para vítimas do terramoto na China

Estima-se que pelo menos 188 pessoas morreram devido ao sismo que abalou a província de Sichuan no domingo; terramoto atingiu a magnitude 6,6 na escala de Richter.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Secretário-Geral das Nações Unidas manifestou profunda tristeza pela perda de vidas, ferimentos e destruição causados pelo terramoto e tremores que abalaram a província chinesa de Sichuan no domingo.

Em nota, Ban Ki-moon disse que a ONU está pronta para prestar assistência e mobilizar o apoio internacional que possa ser necessário.

Mortos

Agências noticiosas locais apontam para pelo menos 188 mortos e 11,5 mil feridos devido ao sismo de magnitude 6,6 na escala de Richter. O fenómeno ocorreu na região do sudeste às 08:02 hora local e 00:02 TMG.

Os relatos das agências oficiais chinesas estimam que as operações de resgate envolvem mais de 18 mil soldados e forças policiais.

Deslizamentos de terra

As agências referem que para ter acesso às áreas remotas são usados dinamites e equipamentos pesados para passar pelas estradas bloqueadas pelos deslizamentos de terra.

Ban endereçou condolências ao Governo e povo chinês pelas mortes devido ao desastre, que segundo equipas no local pode ter feito mais vítimas fatais.