Investimento de mais de US$ 200 milhões para energia na África Austral

2 julho 2012

Banco Mundial anuncia que vai potenciar sistemas elétricos de países de África Austral com um impulso ao mercado do recurso na República Democrática do Congo.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Banco Mundial anunciou a concessão de US$ 201,5 milhões para impulsionar o mercado de eletricidade na África Austral através da República Democrática do Congo, RD Congo.

Pretende-se aumentar o acesso das populações da região à eletricidade a baixo custo e produzida com base em energia sustentável, afirma uma nota da instituição.

Angola e Moçambique

Por outro lado, o investimento visa apoiar o uso do recurso, numa realidade de integração regional. O Grupo de Energia da África Austral, com a sigla inglesa Sapp, liga sistemas de doze países, incluindo Angola e Moçambique.

A instituição indica que a grande maioria da população da RD Congo não tem acesso à energia, devido a problemas na geração, transmissão e distribuição de eletricidade.

O potencial hidroelétrico do país para a região é reconhecido pelo facto do rio Congo, com uma extensão de 4300 km fazer descargas de água equivalentes a 38% dos volumes de todo o continente.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud