ONU comemora Dia Internacional dos Idosos BR

ONU comemora Dia Internacional dos Idosos

Secretário-Geral destaca direitos das pessoas na terceira idade e diz que maus tratos e negligência ainda são desafios em muitos países.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A ONU marca nesta quarta-feira o Dia Internacional dos Idosos.

De acordo com o Fundo de População das Nações Unidas, Unfpa, o número de pessoas com mais de 60 anos está crescendo, de forma rápida, no mundo.

Direitos

Numa nota, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, destacou os direitos das pessoas na terceira idade, como o tema deste ano, e lembrou que em muitos países, os maus tratos, a violência e a negligência contra os idosos continuam existindo.

A diretora-executiva do Unfpa, Thoraya Obaid, afirmou que milhões de idosos, principalmente mulheres, não têm previdência social, acesso a cuidados médicos e vivem na pobreza.

Ban Ki-moon lembrou a adoção do Plano de Ação Internacional de Madri sobre o Envelhecimento, há seis anos, e disse que os países-membros da ONU se comprometeram em eliminar todas as formas de discriminações incluindo o preconceito com base na idade.

A demógrafa do Unfpa no Brasil, Taís Santos, falou à Rádio ONU, de Brasília, sobre algumas das medidas do Plano de Madri.

“São mudanças de atitude nas políticas nacionais e internacionais para garantir que a população envelheça com dignidade e que as pessoas mais velhas estejam capacitadas para exercer sua cidadania”, afirmou.

Na sua nota, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que as políticas formuladas por países devem ter em conta o bem-estar das pessoas na terceira idade.

Segundo ele, muitos idosos sofrem com discriminação nos locais de trabalho, falta de reconhecimento e de respeito.