Ban pede mais compromisso contra efeito estufa BR

Ban pede mais compromisso contra efeito estufa

Secretário-Geral da ONU afirma que é essencial manter avanços no combate ao aquecimento global e não permitir que a crise financeira se torne um obstáculo para ações contra mudanças climáticas.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, declarou que continua preocupado com as conseqüências da crise financeira no mundo em desenvolvimento, principalmente nos países mais pobres.

Ban fez a declaração nesta sexta-feira comentando a resposta do Conselho Europeu sobre mudanças climáticas.

Mudanças Climáticas

O Secretário-Geral disse que é essencial manter os avanços no combate ao efeito estufa. E que a crise econômica não pode se tornar um obstáculo para ações contra mudanças climáticas.

Ban afirmou que a União Européia deve continuar liderando o combate ao aquecimento global, como por exemplo, através do que ele chamou de propostas de políticas ambientais e energéticas ambiciosas.

O Secretário-Geral disse que espera que as medidas sejam concluídas em breve. E lembrou que elas têm o potencial de promover o crescimento verde e a criação de milhões de novos empregos.

Vontade

Segundo Ban, os países em desenvolvimento esperam atitudes de liderança dos países mais desenvolvidos.

Ele afirmou que os países industrializados têm de demonstrar vontade de fazer mais para financiar a tecnologia limpa e ajudar outros países na adaptação às conseqüências do efeito estufa.

O Secretário-Geral da ONU disse ainda que a conferência sobre o tema, marcada para dezembro em Poznam, na Polônia, oferece uma chance aos líderes mundiais de enviar o sinal certo.