Volta às aulas na Geórgia

Volta às aulas na Geórgia

Ano letivo começará em 15 de setembro, mas segundo agência da ONU nem todos os alunos poderão retornar à escola.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, está organizando uma campanha para ajudar no retorno às aulas de crianças na Geórgia.

A iniciativa está sendo realizada em parceria com o governo georgiano para o recomeço do ano letivo em 15 de setembro.

Deslocados

O país está vivendo um conflito desde o início de agosto, na região separatista da Ossétia do Sul.

O Unicef informou que está preocupado com a situação das crianças e com o fato de que nem todas poderão voltar aos bancos escolares.

Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, a violência na Geórgia causou pelo menos 160 mil deslocados internos. Mais de 30 mil pessoas fugiram para a Rússia.

O Unicef acredita que o retorno às aulas é uma oportunidade para as crianças se recuperarem do trauma da guerra.

Muitas escolas e jardins da infância estão ainda abrigando os deslocados internos.

Como parte da campanha, o Unicef distribuiu mais de 1 mil kits chamados “escola na caixa” com material escolar para 80 mil crianças e com informações e cuidados a tomar com minas antipessoais.