ONU diz que mais forças vão aumentar segurança no Afeganistão

ONU diz que mais forças vão aumentar segurança no Afeganistão

Autoridades afegãs decidem aumentar o número de efectivos do exército nacional afegão para 134 mil.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

O principal representante das Nações Unidas no Afeganistão, Kai Eide (foto), elogiou a decisão de aumentar o exército nacional.

Kai Eide classificou a decisão como um passo importante no processo do governo assumir a responsabilidade pela segurança em todo o país.

Aumento

No encontro realizado na quarta-feira na capital afegã, Cabul, o Conselho Conjunto de Coordenação e Monitorização decidiu aumentar o número de efectivos do exército nacional afegão para 134 mil.

O Conselho foi criado em 2006 para acompanhar a implementação do plano de reconstrução do país também conhecido como Afeganistão Compacto.

Eide, que encabeça a Missão de Assistência da ONU no Afeganistão, Unama, afirmou que garantir a segurança de todos os afegães é fundamental.

Segurança

Os participantes no encontro foram informados sobre a situação humanitária e dos refugiados no país renovando ainda o apelo lançado em Julho com vista a auxiliar 4,5 milhões de afegães que enfrentam dificuldades em resultado do aumento dos preços dos alimentos, colheitas fracas e seca.

Na conferência de Paris, em Juho, dezenas de países e organizações internacionais comprometeram-se com recursos com vista à reconstrução, desenvolvimento e segurança do Afeganistão.