Novo presidente da AG pede democratização (Português para o Brasil)

Novo presidente da AG pede democratização (Português para o Brasil)

Ex-chanceler da Nicarágua, Miguel d’Escoto Brockmann(foto), tomou posse na terça-feira e disse que fará encontro de alto nível para debater o tema.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

O novo Presidente da Assembléia Geral da ONU, Miguel d’Escoto Brockmann, pediu mais democratização das Nações Unidas. O apelo foi feito em seu discurso de posse no cargo, nesta terça-feira, em Nova York.

D’Escoto Brockmman disse na abertura da 63ª. sessão da Assembléia, que promoverá um encontro de cúpula para debater o tema.

Pobreza

Segundo ele, a democratização pode ajudar as Nações Unidas a lidar melhor com os desafios atuais como, por exemplo, pobreza e mudanças climáticas.

O novo presidente afirmou que a Assembléia Geral irá tratar tanto das causas imediatas como das raízes da crise alimentar e o impacto da mesma na pobreza mundial.

D’Escoto Brockmann lembrou também que a reforma do Conselho de Segurança é um dos desafios mais urgentes enfrentados pela ONU atualmente.

Tratados

O novo presidente afirmou que é um fato triste, mas que não pode ser negado, que alguns membros do Conselho de Segurança estejam cometendo infrações sérias de tratados de paz e segurança internacionais.

D’Escoto Brockmann, um ex-padre católico, afirmou que espera tocar os corações das pessoas para mostrar o valor da solidariedade e do amor e os perigos para os seres humanos e o mundo.