Brasil destaca biocombustíveis na ONU

Brasil destaca biocombustíveis na ONU

Delegação do país afirmou em Conferência Desenvolvimento Sustentável, em Nova York, que etanol é parte da solução e não do problema.~~

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York*.

O Brasil destacou os benefícios dos biocombustíveis no desenvolvimento sustentável durante uma conferência internacional sobre o tema, em Nova York.

A 16ª Comissão de Desenvolvimento Sustentável reuniu representantes dos países-membros da organização durante duas semanas na sede das Nações Unidas.

Vertentes

A modernização de técnicas de agricultura na África, a crise alimentar e os biocombustíveis foram alguns dos temas debatidos.

Durante a conferência, uma representante da delegação brasileira, a 2ª secretária do Itamarati, Bianca Abreu, falou à Radio ONU, sobre a contribuição do etanol à sustentabilidade.

“A nossa mensagem principal em relação a esse tema aqui na CDS foi justamente de que essa opção dos biocombustíveis para nós é uma parte da solução e não do problema. É uma opção que pode ajudar muitos países em desenvolvimento a se tornar menos dependentes energeticamente e a promover o desenvolvimento sustentável em suas três vertentes: social, ambiental e econômica”, disse.

Petróleo

Segundo Bianca Abreu, o governo brasileiro acredita que a crise alimentar tem causas variadas.

“É muito importante não descartar os biocombustíveis a priori, responsabilizando-os pela crise alimentar. O Brasil acredita que a crise alimentar é devida a muitos fatores relacionados, por exemplo ao aumento do preço do petróleo, à queda do dólar, à elevação dos preços dos fertilizantes, a distorções e mercado, como subsídios e dificuldade de entrada dos produtos de países em desenvolvimento nos mercados internacionais. Os biocombustíves no Brasil não se apresentaram como uma competição aos alimentos”, afirmou.

A Comissão de Desenvolvimento Sustentável da ONU reúne-se a cada dois anos.

Reportagem*: Cadija Tissiani, Rádio ONU em Nova York.