Ricky Martin contra tráfico humano

Ricky Martin contra tráfico humano

Cantor participou de iniciativa do Unodc; agência diz que 2 milhões de pessoas são vítimas de redes criminosas anualmente.~~

Cadija Tissiani, da Rádio ONU em Nova York*.

O cantor Ricky Martin (foto) visitou o Camboja, no sudeste da Ásia, para participar de uma campanha contra o tráfico de pessoas no país.

O astro da música pop já realizou outros projetos em parceria com a ONU e a Fundação Ricky Martin.

Segundo Martin, o interesse em participar da campanha surgiu após informações sobre o problema durante o Fórum Global contra o Tráfico Humano, realizado em Viena, em março.

Exploração

De acordo com o Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime, Unodc, todos os anos mais de 2 milhões de pessoas são vítimas do tráfico, para exploração sexual ou trabalho escravo.

De acordo com um relatório do Unodc, o Camboja está no topo do ranking dos países de origem e destino das vítimas.

A maioria é formada por mulheres e crianças.

Durante a visita ao país, o cantor encontrou-se com o ministro do Interior Sar Kheng e visitou várias organizações não-governamentais.

Ele afirmou que usará sua experiência no Camboja para motivar várias pessoas e organizações não-governamentais na América Latina.

*Apresentação: Monica Villela Grayley da Rádio ONU em Nova York