Acnur pede US$ 90 milhões para operações na África e Colômbia BR

Acnur pede US$ 90 milhões para operações na África e Colômbia

Entre os países a serem beneficiados estão República Centro-Africana, Chade, RD Congo e Colômbia.

O apelo foi lançado nesta terça-feira, em Genebra, na Suíça.

Os fundos deverão beneficiar operações humanitárias em seis países africanos, entre eles a República Centro-Africana, o Chade e a República Democrática do Congo.

O programa inclui, ainda, assistência aos refugiados colombianos, na América do Sul.

Segundo o Acnur, os fundos irão fortalecer o trabalho que a agência vem desenvolvendo em colaboração com organizações não-governamentais.

RD Congo

De acordo com as Nações Unidas, no final de 2007, foram registrados mais de 1,3 milhão de deslocados internos na República Democrática do Congo, onde a situação se agravou com o conflito na província Kivu Norte, no leste do país.

O Acnur estima que cerca de 180 mil deslocados internos receberão ajuda durante este ano, no Chade. Os trabalhos incluem proteção, criação de abrigos de emergência e telecomunicações.

Colômbia

Na Colômbia, onde se vive um conflito há mais de quatro décadas, o Acnur pretende ajudar 470 mil deslocados internos em 2008.

A agência da ONU revela que vai providenciar documentos de identidade para mais de 100 mil colombianos.

Parte dos fundos será aplicada em infra-estruturas de educação para beneficiar cerca de 50 mil crianças.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados está envolvido, atualmente, em 25 operações para deslocados internos em todo o mundo.