ONU pede participação de todos nas conversações de paz para Darfur

ONU pede participação de todos nas conversações de paz para Darfur

Os participantes das negociações de paz para a província de Darfur, no Sudão, defenderam, neste domingo, a necessidade de prosseguir os esforços para incluir o maior número de grupos rebeldes na reunião que se realiza em Sirte, no norte da Líbia.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, enviou uma mensagem aos participantes, que foi apresentada na abertura do encontro pelo seu enviado especial para Darfur, Jan Eliasson (foto).

Ban afirmou, na mensagem, que o processo não será fácil e disse que não espera resultados imediatos.

No entanto, alguns do grupos insurgentes ainda não compareceram à reunião, de acordo com a enviada da Rádio ONU, Reem Abaza.

Segundo Reem Abaza, os oradores na sessão de abertura concordaram com a necessidade de um cessar-fogo e de chamar as facções que não têm participado, à se juntarem às conversações.

Para o presidente da Líbia, Muammar Kadafi, as conversações não resultarão em um acordo de paz enquanto os dois líderes das principais facções não estiverem participando.

O Secretário-Geral da ONU também disse que a porta continua aberta para os ausentes.

Entre os oito grupos que não compareceram estão o Exército de Libertação do Sudão e o Movimento para a Justiça e Igualdade.

De acordo com as Nações Unidas, o conflito em Darfur, já provocou mais de 200 mil mortos e obrigou mais 2 milhões de pessoas a deixar suas casas.

Português para o Brasil:

MP3

Real