Fundação Clinton anuncia acordo para reduzir preço de antiretrovirais

Fundação Clinton anuncia acordo para reduzir preço de antiretrovirais

Fundação de ex-presidente dos EUA atua com iniciativa da ONU, Unitaid; Segundo Clinton, o acordo com as farmacêuticas Cipla e Matrix beneficiará 66 países em desenvolvimento. Boletim: Mônica Valéria.

A baixa no preço ocorrerá em 16 medicamentos de segunda geração para tratamento do HIV.

A parceria da Fundação Clinton com a Central Internacional para Compra de Medicamentos, Unitaid, foi fechada em setembro passado, em Nova York.

O ex-presidente americano informou que 7 milhões de soropositivos em países em desenvolvimento precisam de tratamento.

Ao todo, o acordo propiciará uma economia de 25% em países de baixa renda e de 50% em países de renda média. O tratamento com remédios de segunda geração é eficiente para pacientes, que desenvolveram resistência aos remédios da primeira geração. De acordo com a Fundação Clinton, o custo dos remédios é 10 vezes maior que o da terapia de primeira geração.

Até 2010, estima-se que cerca de 500 mil pacientes deverão precisar dos antiretrovirais.

O Brasil é um dos países-fundadores da Unitaid ao lado de França, Chile, Noruega e Grã-Bretanha.

A Unitaid deverá destinar à Fundação Clinton mais de US$ 100 milhões para a compra da segunda geração de medicamentos para 27 países até o próximo ano.

Da Rádio ONU em Nova York, Mônica Valéria Grayley